Salesforce Marketing Cloud: Desenvolvendo e testando as Cloud Pages

Salesforce Marketing Cloud: Desenvolvendo e testando as Cloud Pages

Publicado por nome do autor em data do post

Quando falamos das famosas Cloud Pages do Salesforce Marketing Cloud, um problema que incomoda todo profissional envolvido (do desenvolvedor, ao designer, analista de Marketing ou qualquer pessoa que pretende publicar uma Landing Page ou recursos do Salesforce Marketing Cloud e tenha um conhecimento prévio de desenvolvimento web) é o tempo que precisamos esperar até as modificações que fizemos no código surtam efeito.

Em alguns casos, esse tempo pode chegar a incríveis 5 minutos:

CloudPages-Imagem1

Como resolver esse problema de forma ágil? Conheça o AMPScript

Quem nunca modificou um texto e esqueceu de alterar a cor da fonte? Ou, ainda, se você é desenvolvedor e utiliza HTML development é bem comum esquecer aquela vírgula entre os atributos do CSS.

Aí quando você publica e vê que houve um erro ou que a responsividade do design não ficou como esperado, esperar 5 minutos até que isso aconteça para poder realizar uma correção além de ser contraprodutivo, é totalmente incômodo.

Graças ao AMPScript, que é uma linguagem nativa do Salesforce Marketing Cloud, esse tipo de problema pode ser sanado em apenas uma linha de código.

%%=TreatAsContent(HttpGet(“http://www.localondeestaseuarquivo.html”))=%%

Calma que a gente explica:

  • TreatAsContent( ) – Essa função serve para tratar o parâmetro que vai dentro dela como conteúdo (no caso o seu arquivo index.html)

Referência: https://developer.salesforce.com/docs/atlas.en-us.noversion.mc-programmatic-content.meta/mc-programmatic-content/treatascontent.htm

  • HttpGet( ) – Retorna o conteúdo de uma determinada URL.

Referência: https://developer.salesforce.com/docs/atlas.en-us.noversion.mc-programmatic-content.meta/mc-programmatic-content/httpget.htm?search_text=HTTPGET

Além disso, existem alguns motivos pelo qual isso pode ser considerado uma excelente tratativa no que tange o desenvolvimento em geral:

  • IDE de sua preferência: Quem já tentou desenvolver no SFMC sabe quão incômodo é não ter a simplicidade do “Auto-fill” que as outras IDEs como por exemplo o Visual Studio Code ou Sublime Text 3 têm (sem falar nos recursos como indentação, identificação do erro na linha e etc).
  • Uso para e-mails: assim como nas Cloud Pages, para efeito, você pode utilizar nos testes das criação dos e-mails (não esquecendo, é claro, de manter as boas práticas de responsividades empregadas no própria UI do Salesforce Marketing Cloud).
  • Uso para outras finalidades: Blocos de conteúdos.

Se você é desenvolvedor e já entendeu como funciona, esperamos ter contribuído um pouquinho para simplificar seu dia a dia!

Se você ainda não entendeu mas ficou curioso para saber como uma simples linha pode resolver metade dos seus problemas deixei um “tutorialzinho” aqui embaixo de forma bem sucinta e que vai levar uns 10 minutinhos para você ver a magia acontecer.

O que precisamos para começar:

0) ACESSO AO SALESFORCE MARKETING CLOUD

1) Uma Landing Page

2) Uma interface para editar o arquivo .html (VSCode, Sublime Text 3, Notepad++, etc.)

3) Um web server para o nosso arquivo (hostinger, AWS, awardSpace)

1) Crie uma Landing Page

  • Vá até Web Studio
  • Clique em Cloud Pages
  • Create Collection (escolha um nome legal)
  • Já na coleção clique em criar recursos
  • Landing Page (novamente, escolha um nome legal)

2) Baixe e instale o Notepad++

(sugeri o notepad, mas fique a vontade para escolher qualquer outro IDE que seja mais simples para você usar)

3) Hospede o arquivo abaixo no server de sua preferência

Para efeito de teste/propósito de aprendizagem optamos por utilizar o AwardSpace, portanto:

1) Crie uma conta no Award Space;

2) Faça o login e vá até Domain Manager;

 

3) Para efeito de teste, selecione: create a free subdomain e escolha o nome de sua preferência (há um teste de validação para verificar se o subdomínio que você escolheu não está em uso);

 

4) No canto superior esquerdo, clique em Dashboard para voltar a página principal;

5) Clique em file manager;

 

6) Entre na pasta na pasta gerada com o mesmo nome do subdomínio que você criou (double click);

7) Clique em Upload e insira os arquivo baixados anteriormente;

 

8) Clique (duplo) para entrar no arquivo que você subiu

9) Pegue o nome da página (exemplo: testsfmc2.atwebpages.com/email.html )

 

10) Vá até sua Landing Page, clique em Code View e substitua pelo seguinte trecho de código:

%%=TreatAsContent(HttpGet(“http://onomequevocêdeuaoseusubdominio.atwebpages.com/email.html”))=%%

11) Vá até Schedule/Publish e pronto! Agora o resultado das modificações é imediato e não acontece mais no SFMC e sim no seu webserver.

Quer fazer o teste?

11.1) Clique na URL da sua Landing Page

Provavelmente esse é o conteúdo que aparecerá para você:

 

11.2) Volte ao local onde você tirou a URL com o subdomínio que criou no Web Server;

E então, ficou mais claro? Espero que esse pequeno tutorial ajude você a resolver os problemas com as Cloud Pages mais rapidamente. Tem mais alguma informação que pode ser relevante? Escreva para nós.

Escrito por:
Youssef Kanso

Marketing Cloud Consultant

Para acessar mais publicações de nossos especialistas, vá para a página Especialistas.

Feras no assunto

Quando se trata de nuvens Salesforce, somos especialistas em conectar estratégia e agilidade em um só projeto.

Fale com um especialista